Três ,é muito melhor


Imagem

 

Sempre quis saber como meu parceiro se comportava na cama com outra mulher, o que ele faria de diferente, como seria seu olhar, enfim, o ciúmes ficava em segundo plano, o desejo era muito maior.

Uma vez, durante uma transa, eu disse que gostaria de colocar uma mulher ali, entre a gente, ele ficou louco de tesão, gemeu mais alto que o normal, meteu com mais força e gozou intensamente. A partir daquele dia comecei a provocá-lo fazendo-o imaginar uma mulher ali, um corpo diferente, gostosa, seios fartos, buceta depilada, disposta a nos chupar, a se deixar chupar, nossas transas se tornaram mais constantes, mais quentes, mais ardentes, o desejo estava explicito em nossos olhos, línguas, mãos … pedia para ele bater punheta para mim, me masturbava para ele, sempre imaginando mais alguém ali com a gente.

Isso tornou-se uma obsessão, então, decidi que merecíamos um presente, contratei uma garota de programa, marcamos o motel e fomos. Eu não queria participar desde o começo, precisava ver como ele se comportaria, a ideia de ver meu homem metendo com outra mulher me excitava, me enlouquecia.

Chegamos juntos, mas decidi ficar meio escondida, ele estava nervoso. Ela era linda, gostosa, como havíamos imaginado. Ele se deitou, sem camisa, só de bermuda.

Ela de pé, por cima dele, de vestido vermelho, começou a dançar para ele, provocante, provocando … eu estava assistindo, adorando, sentia minha buceta latejar, molhar, mas continuei assim, voyeur. Em sua dança sensual, ela tirou o vestido, seus seios fartos e duros deixaram meu parceiro com o pau mais duro ainda, ele passava a mão por cima da bermuda, sem piscar, sem tirar os olhos dela … ela ia abaixando, simulando sexo com ele, mas continuava a se mostrar. Tirou a calcinha, nessa altura, ele olhou para mim, como que pedindo permissão, eu já estava excitadíssima, tinha tirado a roupa, passava a mão em mim … ela desceu até o pau dele, ajoelhou-se na cama, tirou a bermuda, tirou o resto de roupa que sobrara, começou a lamber as coxas dele, a esfregar as mãos hora nos próprios seios, hora no pau dele, foi subindo e passando a língua pelo saco, lambendo uma bola de cada vez, devagar, ele gemendo, eu me explorando… ela engoliu o pau dele com vontade, subia, descia, intercalava com uma punheta, percebi que ele ia gozar, afinal, era uma buceta diferente, uma língua diferente, uma situação antes somente imaginada. Nesse momento, ele me chamou, pediu para eu deitar ali, era tudo o que eu queria, dividir com ele aquela puta.

Deixamos ele de lado um pouco, ela veio até mim, tentou beijar minha boca, foi estranho, mas quando senti a língua dela procurando a minha decidi que ali tudo seria possível, tudo seria permitido e me entreguei. Nos beijamos por alguns instantes, então ela começou a acariciar meu corpo, eu estava um pouco tímida, mas peguei naqueles seios maravilhosos, começamos a explorar o corpo uma da outra. Ele se contorcia de tesão, só olhando, nós duas nos agarrando, ela procurava minha buceta e eu a dela, começamos a nos masturbar, que delicia, ela era quente, molhada e me explorava de uma forma diferente do que eu já havia sentido. Ela pediu para que eu deitasse, abrisse as pernas, começou a me lamber, passava a língua na minha bucetinha molhada, esfregava meu clitóris, me deixava louca, gozei na boca dela, gemendo, pedindo, então ela pediu para que ele viesse participar da brincadeira, enquanto ele me chupava, ela chupava o pau dele. Ela também estava gemendo, excitada, louca de vontade, enfiei minha língua na buceta dela, fui aprendendo a gostar, a chupar, a lamber aquela buceta quente, ela pedia mais, foi enlouquecendo, eu lambia, enfiava os dedos, então pedi para que ele metesse nela, e eu ia lambendo o pau dele que entrava e saia, estimulando o rabinho dela, aquela puta safada gozou no pau dele, então dividimos aquela buceta, lambemos ela toda, eu e ele… Ele não agüentava mais, precisava meter em nós duas, deitado, ela começou a rebolar no pau dele até ser penetrada, subia, descia, enquanto isso eu chupava o pau do meu homem, depois trocamos, eu fiquei no pau dele e ela, com a buceta para ele chupar, assim, nos beijávamos, nos acariciávamos, ela mordia, chupava meus seios e eu os dela…

Ele gritava de tesão, nos xingava de putas, pedia nossa buceta, pedia nosso rabo… ficamos de quatro para ele, dois rabos, e ele comeu, um de cada vez, os nossos cuzinhos… ficou louco, seus olhos estavam virados, vidrados, seu pau latejava, gotículas de porra começavam a sair. Então nos ajoelhamos, pegamos o pau dele e começamos a chupar, engolindo cada pedacinho, dividindo cada parte daquele pinto gostoso. Foi então que ele gritou que ia gozar, pediu que suas putas o chupassem e o punhetassem com mais força, e num frenesi de desejo, explodiu um jato de porra em nossos rostos, nossa boca, dividimos tudo, bebemos cada gota, a brincadeira apenas começava…

Autora: mah escritora

Venha conhece nossa pagina do Facebook e também no nosso tumblr: 

Tumblr: http://comodizerquequerovoce.tumblr.com/

Facebook: https://www.facebook.com/ComoDizerQueQueroVoce

Beijos de Dona Menina 

 

Anúncios

Uma resposta para “Três ,é muito melhor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s