Balanço erótico


Imagem

Imagine-se fazendo amor, tirando os pés do chão e sem causar dores ou desconforto ao parceiro (a). Este novo aliado chegou com diversas opções de uso e para todos os gostos e cenários. O importante agora é sentir-se à vontade, deixar a fantasia rolar.
 As pessoas gostam de inovar, de fazer coisas diferentes não necessariamente na cama, e atualmente (e felizmente) existe uma infinidade de propostas para tornar cada relação sexual mais e mais prazerosa. Os balanços eróticos são uma versão evoluída das cadeira erótica. São produtos de forma simples que permitem ousar e abusar na hora do sexo. Alguns se parecem com um estilingue, outros como o de porta e o de corpo são super portáteis e existem modelos que não precisam sequer de perfuração no teto, pois já vem com um suporte!
Os modelos mais tradicionais (encontrados em Motéis) exigem uma perfuração no teto ou na parede, o que vem com suporte pode exigir um pouco mais de espaço em sua casa, o de porta vai encaixado (o que permite guarda-lo depois da brincadeira mantendo sua privacidade) e o de corpo que usa o próprio parceiro como um suporte do balanço. Mais portátil que isso impossível! Existe também o balanço da fantasia moderna que usa uma argola no teto, mas esse tem capacidade para até 180 kg o que permite duas (ou mais pessoas) na brincadeira. Imagem

Alguns o assimilam a um brinquedo sadomasoquista, mas na verdade o balanço pode ter a utilidade que for mais conveniente ao casal já que os estilos, formatos e até materiais mudam de acordo com o modelo escolhido, podendo ser confeccionados em nylon, lona pesada, couro, neoprene, borracha pesada, madeira ou aço.
Divirta-se mudando as posições sexuais de forma livre, alguns balanços possuem encosto para as costas, coxas ou pernas e assento. As cintas podem ser posicionadas de forma independente. Você pode ajustá-las para suportá-lo tornando as posições mais confortáveis para você e seu amor. O estofamento mantém as cintas lisas protegendo a pele das bordas. Veja os vídeos abaixo e algumas sugestões e possibilidades de posições podendo ainda inventar a sua!
Balanço erótico com suporte: (Love Swing)
Veja também uma versão mais feminina:
E aqui um guia com muitas posições para vários tipos de balanço:
Esse vídeo amador (explicito) mostra como ter uma balanço por perto pode ser divertido (Cuidado ao abrir)
Veja que nem todas as utilizações de balanço erótico podem ser consideradas pervertidas. Pessoas com algum tipo de deficiência ou ainda com problemas nas articulações e músculos podem usa-la para desfrutar de uma atividade sexual sem tensões ou esforços. Afinal de contas, sexo é saúde.

MEU MARIDO ME ARRUMOU UM AMANTE


Imagem

Eu (Mirena) e Rafael, mesmo depois de 2 anos de casados nos dávamos muito bem na cama. Rafael é desses homens que gostam de inventar situações embaraçosas só pra apimentar nossa relação. Começou quando ainda éramos noivos… Passeando por uma praça em nossa cidade ele me fez tirar a calcinha e sentar num banco pra ficar batendo fotos com sua câmera digital… Fiquei excitadíssima só de imaginar alguém me pegando de pernas abertas pro meu noivo fotografar minha buceta. Hoje, temos em nosso computador várias fotos gravadas em que eu mostro: bunda; buceta e peitos em lugares públicos… Já chegamos a ser flagrados por idosos em praças públicas. Atualmente, eu com 25 anos e ele com 28, ainda gostamos de aprontar coisas diferentes pra nos deixar bem excitados… Uma delas é de Rafael me levar pro terraço do prédio onde moramos e ficar me comendo atrás da pilastra da caixa d`água. Mas foi depois de boatos de que tinha um tarado andando pelo nosso bairro invadindo casas e até prédios pra estuprar mulheres, e que algumas deram depoimentos de que ele era até muito carinhoso, que minha vida ia mudar drasticamente. Conversando com Rafael sobre o assunto, ele sempre brincalhão me falou que numa situação daquela a mulher nunca devia reagir; por mais legal que fosse o tarado ele podia partir pra agressão. E ainda teve a audácia de me falar: se caso ele entrasse em nossa casa eu deveria ser muito boazinha com o tarado e fazer tudo que ele pedisse. Rimos muito, e Rafael passou a sempre que chegava em casa me perguntar se o tarado não tinha aparecido pra me estuprar… Não levava a sério e até cheguei a comentar na brincadeira:

– Acho que vou passar a deixar a janela sempre aberta pra ver se ele aparece… Hahahahaha!…

Ele olhando pra mim e também rindo:

– Do jeito como você é gostosa; tenho certeza de que ele vai aparecer só pra colocar um chifre na minha cabeça!…

Senti um calafrio percorrer todo meu corpo:

– Nem brinca meu amor… Não quero nem pensar numa coisa dessas!…

Rafael me abraçando e me beijando:

– Já disse meu amor… Se acontecer, você tem mais é que obedecer ao tarado; combinado?

Pelo sorriso, imaginei que Rafael só podia estar querendo aprontar alguma nova brincadeira comigo.

Mas foi justamente num sábado em que estávamos fazendo 2 anos de casados; Rafael chegou do serviço trazendo uma garrafa de champanhe dizendo que íamos comemorar. Depois de bebermos uma boa quantidade de champanhe e depois de Rafael me deixar peladinha na cama; seu celular tocou… Rafael atendeu; e:

– Tudo bem… Em cinco minutos eu chego aí!…

Fiquei preocupada, mas Rafael dizendo que era da fábrica onde ele trabalhava e que era apenas uma pessoa pedindo pra ele levar um documento que já estava no porta-luvas do carro; completou:

– Fica assim peladinha meu amor; volto em menos de 10 minutos!…

Só sei que a champanhe que tinha me deixado eufórica foi me deixando toda mole que acabei cochilando… Acordei com alguém me sacudindo e quase que tive um troço ao ver um mascarado: com uma touca ninja cobrindo todo o rosto, óculos escuros, camisa de mangas compridas e até de luvas; tapando minha boca:

– É melhor você colaborar comigo; prometo que não vou lhe machucar!…

Fui relaxando por ter reconhecido a voz de Rafael; mesmo ele tentando disfarçar… Pra mim era mais uma de suas maluquices. Mas quando vi outro mascarado entrando me desesperei e resolvi tentar cobrir meu corpo com um lençol:

– Que isso Rafael… Quem é esse cara?!…

O primeiro mascarado que eu tinha certeza de que era o Rafael, me segurando e dando uns tapinhas de leve no meu rosto:

– Aqui não tem porra nenhuma de Rafael… Ou você fica caladinha; ou vou lhe dar tanto tapa na cara até te deixar desmaiada!…

Veio a dúvida e vendo que ele levantava a mão pra me bater:

– Tá bom! Tá bom! O que vocês querem?…

– Só queremos nos divertir um pouquinho com você… Fica na posição de quatro; fica!…

Fiquei, e o primeiro mascarado; o que eu mesmo na dúvida achava ainda que era o Rafael, subiu sobre a cama atrás da minha bunda e o outro veio na minha frente tirando de dentro da calça uma piroca enorme e cabeçuda:

– Chupa minha pica dona… Mas já sabe né; se morder você pode se dar muito mal!…

Abri minha boca e deixei que ele enfiasse a cabeça e mais alguns centímetros pra fechar meus lábios e começar a mamar… Enquanto isso, o primeiro mascarado atolou a pica na minha buceta e dando tapinhas na minha bunda; falando pro segundo:

– Não falei cara; não falei que ela era muito gostosa?…

O segundo segurando minha cabeça e fazendo ele mesmo movimento de vai e vem com sua pica na minha boca:

– Põe gostosa nisso… Essa deve ser a mais gostosa do bairro!…

O primeiro socando na minha buceta e dando um tapa um pouco mais forte na minha bunda:

– Ouviu o elogio que ele te fez sua putinha?… Desse jeito nós vamos voltar outras vezes pra te foder!…

O primeiro gemendo e gozando na minha buceta e o segundo tirando a pica da minha boca:

– Deixa comer a buceta dela; também!…

Foi pra trás de mim, e quando ele começou a enfiar aquela enorme piroca na minha buceta já toda melecada de porra, e o primeiro vindo pra minha frente e eu vendo o relógio em seu pulso tive a certeza absoluta de que era o Rafael… Pensei comigo: Se ele tinha me aprontado aquela e estava gostando de ver outro homem me fodendo; eu ia mostrar pra ele do que eu era capaz:

– Hummm! Hummm! Que pau gostoso!… Mete! Mete! Mais! Mais!… Quero gozar! Quero gozar!…

O cara era tão bom que mesmo eu gritando que estava gozando ele ainda ficou por mais de 10 minutos socando forte na minha buceta que tive um segundo e delicioso orgasmo antes dele também gozar dentro de mim. Deitei colocando uma toalha debaixo da minha bunda pra aparar a quantidade de porra que saia da minha buceta, e sorrindo toda satisfeita resolvi dar o troco no meu maridinho corno:

– Nossa; como foi gostoso… Vocês podem voltar sempre que quiserem; é só tomarem cuidado pro meu marido não estar em casa, ok?…

O primeiro chamando o amigo pra irem embora:

– Pode deixar que vamos voltar sim; sua vagabunda!…

Só fui me lavar e voltei ficando deitada do mesmo jeito que estava antes (peladinha). Mas 10 minutos se passaram pro Rafael entrar no quarto e me beijando; vi que ele tinha trocado apenas a camisa:

– Está tudo bem meu amor? Aconteceu alguma coisa diferente enquanto me esperava?

– Não! Não aconteceu nada; por quê?

– É que eu demorei um pouco e fiquei preocupado!…

E virando pro canto:

– Só estou com muito sono meu amor… Acho que vou dormir um pouco!…

Por dois dias seguidos, Rafael veio me perguntar se eu não tinha nada pra contar pra ele. Na primeira vez eu simplesmente com a cara mais lavada do mundo:

– Porque meu amor? Você acha que estou lhe escondendo alguma coisa?

Ele gaguejou que não… Mas na segunda vez, eu olhei bem pra cara dele:

– Você é que tem alguma coisa pra me falar; né? Quem é o cara que veio com você naquela noite em que ficaram fingindo que eram dois tarados?

Ele sorriu dizendo que tinha achado que tinha me enganado, e que esperava que eu lhe contasse tudo antes de me confessar que tinha sido ele e um amigo de muita confiança… Fingi estar com raiva:

– Seu cachorro… Como você teve coragem de fazer aquilo comigo?

– É que eu sabia que você ia gostar… E gostou não foi?

Eu sentando no seu colo e lhe dando um beijo:

– Adorei… Foi a loucura mais gostosa que você já fez comigo; e quando os dois tarados vão voltar aqui em casa?

Rafael já tirando minhas roupas pra me foder:

– Se você quiser; podemos combinar pra esse final de semana?!

Eu ficando de pé sobre o sofá e colocando minha buceta pra ele passar a língua:

– Combinado; só que não vai mais precisar de máscaras; né? Quero ver a cara do seu amigo e a sua quando ele estiver me comendo!…

Rafael como um cachorrinho passando a língua no meio das minhas pernas:

– Essa sua safadeza está me deixando excitadíssimo!…

Fomos pra cama e Rafael enfiou seu pinto em todos meus buracos: boca, buceta e cuzinho… Gozei feito uma cadela no cio.

Chegou o sábado, eu ansiosa pro Rafael chegar com seu amigo quando tocou o telefone. Atendi e era o Rafael dizendo que ia ter que ficar mais algumas horas no serviço, mas que eu podia receber seu amigo Igor mesmo antes dele chegar. Igor chegou com a cara mais lavada do mundo e nem bem fechei a porta pra ele me abraçar e me beijar na boca… Me livrei dos seus braços:

– Nossa… Você é bem atrevido né?…

Ele voltando a me agarrar:

– O Rafael me contou que você gostou muito daquele dia, e me autorizou a começar antes dele chegar!…

Deixando que aquele lindo safado me beijasse novamente:

– Autorizou você fazer o quê?

– Te levar pra cama!…

Eu imaginando ter aquela enorme pica novamente:

– Já que é assim; então vamos!…

Estava um pouco acanhada, mas quando vi aquele homem se despindo e sua enorme piroca dura, tratei logo de tirar toda minha roupa e deitar na cama. Igor beijou muito minha boca e mamou bastante nos meus peitos antes de atolar seu pau na minha buceta e me fazer gemer e gritar de prazer:

– Ai ai ai ai!!!!… Que pica deliciosa; enfia tudo… Enfia!…

Igor dava cada socada que parecia que seu pau ia me atravessar toda e sair pela minha boca… Assim que acabei de ter um delicioso orgasmo; Igor sussurrando ao meu ouvido:

– O Rafael me disse que você adora dar a bundinha; é verdade?

– É sim… Mas… Mas… Seu pinto é muito grande Igor!…

Ele tirando da minha buceta, me virando de bruços e beijando minhas nádegas:

– Adoro comer um cuzinho; e não vai ser por alguns centímetros a mais que você vai me negar; né?…

Fui empinando a bunda e ficando de joelhos… Igor passou um pouco de saliva na ponta do seu pinto e veio empurrando até começar a entrar. Travei os dentes e deixei Igor enfiar até encostar o saco… Novamente a impressão era de que ia chegar na minha boca aquela enorme piroca. Comecei a gemer alto e escutei a voz de Rafael que entrava no quarto:

– Ela também gosta de apanhar na bunda Igor… Dá uns bons tapas nela; dá!…

Aproveitei a diga no meu maridinho:

– Pode bater Igor… Bate com bastante força na minha bunda!…

Veio um tapa e em seguida algumas bombadas e eu fui pedindo pra ele bater cada vez mais forte… Minha bunda passou a arder, e com aquele pauzão indo e vindo no meu buraquinho pela primeira vez tive um orgasmo dando o rabo.

Igor passou a ser meu primeiro amante com o consentimento do meu maridinho corno. Mas Rafael também permitiu que eu tivesse relações sexuais com outros homens do nosso círculo de amizades… Só que eu não podia contar que ele sabia….

♥ Minha primeira vez com uma mulher ♥


• Minha primeira vez com uma mulher

Olá me chamo Camila ( nome fictício), tenho 21 anos, 1.65 de altura e 55 kg, pele branquinha, cabelos negros lisos e longos, seios de estatura mediana e bundinha empinadinha. Contarei agora como foi minha primeira noite com uma mulher, quero lembrar que essa historia é um fato verídico.
Tudo começou com uma grande amizade.. Aquela fase da vida que so queremos curtição, festas, bebidas, cigarros.. Quando através de uma amiga conheci Helen.
Helen tem 1 e 67 de altura, 55kg, tem a pele branquinha, os cabelos escuros e curtos, tem seios pequenos e bundinha arrebitadinha.
O que contarei agora aconteceu a 2 anos e meio atrás..
Quando conheci Helen, nos tornamos super amigas de cara, ela muito bonita, era a ”pegadora” do grupo, sempre provocando os homens e eu nunca poderia imaginar que algum dia teria uma noite com ela. alias, nunca pensei que teria noite com mulher alguma, pois estava convencida de que gostava apenas de homem, mais Helen me fez mudar de opinião..
Certo dia estava em uma festa.. Quando tinha 2 garotos olhando para onde estávamos eu e Helen, ela então me perguntou, você quer ficar com aquele de camisa amarela? ele é um gato, então em seguida respondi, ”claro que quero’ ‘Helen então com um jeitinho todo safado disse, ” vou trazer ele pra você quando você menos esperar, só confie em mim”. Ela então começou um jogo todo de sedução comigo, dando em cima de mim, e disse que os homens ficam inconformados (alguns) quando perdem para outra mulher, e não é que o carinha veio e ficamos juntinhos a noite toda? e por incrível que pareça ele não queria me deixar ficar perto de minha amiga Helen novamente. Nesse dia então comecei a desconfiar que ela pudesse ser bissexual.
Então depois de muitas baladas.. Muitas saídas.. Aconteceu..
Chegamos em sua casa pela madrugada, então ela disse que eu teria que dormir lá mesmo pois estava muito tarde, então eu não vi problema algum e topei de cara, já estava mesmo exausta. Como o quarto de Helen é um quarto de solteiro, ela colocou o seu colchão no chão para dormirmos. Enquanto ela arrumava tudo, eu fui tomar um banho, depois quando voltei, ela disse, ” pode ir se acomodando que vou tomar um banho e já volto”, então como já tinha certa liberdade, abri o guarda roupa de Helen e peguei uma blusinha um pouco folgadinha, e fiquei de blusinha e calcinha, então liguei a TV e prendi minha atenção em um filme de lésbicas que estava passando na ?? Sessão prive?? (risos). Quando Helen voltou do banho me pegou deitada no colchão com os biquinhos dos seios durinhos, pois estava vendo filme erótico (risos), fiquei com muita vergonha pela situação, mais Helen logo deu um jeito de me distrair, então ela vestiu um vestidinho curto, apagou a luz, deixou só a TV ligada, e como seus pais haviam viajado e estávamos sozinha, não tinha problema, em deixar o som da TV do filme pornô.
então ela se deitou ao meu lado e disse, ” quer que eu te faça uma massagem?”, eu disse clarooo, era tudo o que queria depois de uma noitada como tivemos hoje. Então Helen começou a me massagear. E na medida em que me massageava ela esfregava a bucetinha dela em meu bumbum.. então ela pediu para que eu virasse e tirasse a blusa, pois ela passaria um hidratante em mim, tirei a blusa e quando ela viu meus seios disse, nossa que delicia e você continua com os biquinhos durinhos.., nessa hora eu já estava com a calcinha toda molhada, estava completamente envolvida com aquela situação nova em minha vida, então perguntei se ela queria que eu tirasse também a calcinha.., então ela disse, ” calma.. não precisa, deixa que eu vou tirar no dente”, nossa isso me deixou louca.. então Helen deitou-se sobre mim, me deu um belo beijo na boca.. nossa.. um beijo de mulher,. que maravilha, um beijo super delicado.., então ela foi para minha orelha.. Deslizou sobre meu pescoço.. ate chegar em meus seios.. que sensação maravilhosa.. Helen mamando em meus seios… com muita delicadeza.., e aquilo cada vez mais me deixando doida.. então ela foi descendo.. beijou meu pirceng do umbigo.., foi beijando.. ate chegar em minha bucetinha que ja estava toda molhadinha de tanto tesão.. e meu clitóris super endurecido.. como eu estava depiladinha então estava bem óbvio o nível de excitação que eu estava, ela olhou pra mim e disse.. hum safadinha.. você quer minha língua em seu clitóris não quer?, dai então botei todo aquele meu tesão pra fora olhei pra ela e disse,. ” vai sua vadia me chupa.. me fode.. eu sou sua”, Helen então começou a me chupar como uma desesperada.. logo em seguida gozei na boca de Helen com aquela deliciosa situação.. então eu disse, agora é minha vez..
estava um pouco perdida com a situação, mais não muito , pois já havia visto como Helen tinha feito comigo, então.. fui logo para seus peitinhos.. que estava louca para chupa- los.. então chupei aqueles peitinhos com muita vontade.. e enquanto chupava, estava com meus dedinhos atiçando cada vez mais o clitóris dela.., ela então me disse, ”nossa você estava querendo muito heim”, então falei ” cala sua boca sua vadia, que você agora é minha”, ela então deixou-se envolver cada vez mais.. então quando finalmente cai de boca naquela buceta maravilhosa.. com pouquinhos pelos.. me maravilhei com aquela sensação de chupar Helen e ver aquela cara de safada dela sentindo tesão com minha língua em seu clitóris.. então chupei muuuuuito , então Helen ficou de quatro e pediu que eu passasse a língua em seu cuzinho, então rapidamente obedeci, em poucos minutos então voltei a chupar aquela buceta maravilhosa e ao mesmo tempo que sugava aquela buceta linda, botei 2 dedinhos dentro do cuzinho dela, e comecei a fuder aquela bundinha deliciosa, não demorou muito então Helen gozou.. , e eu pela primeira vez.. sentia o gosto do gozo de uma mulher.. e me senti maravilhada..
então.. Helen disse.. estamos apenas começando.., quando ela disse isso não intendi direito, mais logo em seguida, ela se levantou do colchão e disse, levanta cadela, que agora vamos para o quarto de minha mãe, desfrutar daquela cama maravilhosa de casal.
Então fui indo na frente, e Helen logo chegou, com uma bolsa. então logo tratei de deitar naquela cama maravilhosa.. e ela veio mais esfomeada ainda, sugar os meus seios.. e sempre grosando sua perna em minha bucetinha, quanto mais ela me sugava mais eu delirava com aquilo tudo.. então.. Helen levantou e disse, ”fecha os olhos.. , agora pode abrir sua cadela.. eu sei que você quer pau”, então quando vi , ela estava usando uma calcinha com um pênis enorme..ela disse ” agora eu vou te fuder de verdade”.. agora que vamos começar.., então ela me fez chupar aquele consolo enorme.. , me botou de quatro, chupou meu cuzinho.. e começou a socar na minha bucetinha.. e enquanto ela tava socando tudo na minha buceta, ela enfiava os dedos no meu cuzinho.. nossa aquilo me deixava louca.. uma mistura de prazer por aquela situação toda.. imagina eu sendo devorada por uma mulher.. e que mulher.., nos duas já somos super fogosas estando ”normal”, imagine com uns goles de bebidas a mais.. (risos)
então ela disse, ”vou meter esse consolo no seu cuzinho”.. então eu disse.. ” só dei meu cuzinho uma vez.. então ainda sou praticamente virgem..” então ela disse, não estou pedindo permissão, estou dizendo que vou comer seu cuzinho e pronto, então, ela deu umas palmadas na minha bunda, e socou aquele enorme consolo em meu cuzinho.. deixando – o todo arrebentado.., e jamais imaginei que iria sentir tanto prazer em alguém arrombar meu cuzinho.. pela primeira vez não sentir ”dor” e sim uma enorme satisfação.. então, depois de Helen comer minha bucetinha varias vezes.. e meu cuzinho em diversas posições.., gozei como uma louca.. e pela primeira vez, tive um orgasmo múltiplo.. foi incrível..
em meia putaria.. o dia ja estava amanhecendo.. e os pais de Helen chegariam logo pela manhã.. então nos ajeitamos e voltamos para o seu quarto.., mais não paramos por ai.. depois que conhecemos bem o corpinho uma da outra.. Helen me convenceu a sair com ela e um amigo nosso.. só que isso contarei a vocês em uma outra oportunidade..
E aconselho a mulherada que nunca teve uma relação sexual com outra mulher.. que procure, pois é uma aventura muito excitante.. tanto quanto 1 homem e 2 mulheres..

Via : # Priscila